Intel Xeon: o que é, para que serve.

Ao contrário do que acontecia há uns anos atrás, já é frequente entrar numa loja de informática especializada e encontrar uma gama moderadamente vasta de Xeon. No entanto ainda existem algumas dúvidas e mitos acerca desta gama de processadores. Sumariamente, os Xeon podem ser definidos como CPU especializado para workloads exigentes (Workstation, Servidores…) e que possuem um índice de falhas inferior. Mas a pergunta que se coloca é: quais são as diferenças entre um Xeon e um Intel Core Series por exemplo?

Intel-s-Upcoming-Xeon-E5-2600-CPUs-Get-Priced-Report-2

Antes de responder a essa questão, é preciso desmistificar alguns rumores acerca dos Xeon:

  • Xeon não funciona nas motherboards ditas “comerciais” (consumer-grade). Isto já foi verdade, mas nos dias que correm, e desde algum tempo para cá, os Xeon e as soluções para consumidor comum partilham os mesmos sockets e na realidade ambos os produtos são provenientes da mesma “linha de produção”, ou seja partilham a mesma microarquitectura e especificações, com a exceção de que os chips que apresentem melhor resultados nos ensaios de produção (Binning Process) são “transformados” em Xeon, enquanto que os restantes dão origem aos I7 e I5. Neste momento está nas mãos dos fabricantes de motherboards criar equipamentos que suportem as tecnologias exclusivas a cada gama, sendo que é possível, por exemplo, instalar um I7 numa MoBo Workstation com o prejuízo de perder algumas funcionalidades.
  • Xeon é excelente para 3D Rendering mas é uma desgraça para Gaming. Na realidade, isto raramente é verdade. Se formos a comparar dentro do mesmo segmento, os Xeon e os I7 apresentam desempenhos semelhantes ao nível de gaming, e ao nível de Rendering as diferenças não são assim tão percetíveis. No entanto, há que referir que qualquer jogo corre melhor em CPU com poucos núcleos mas de elevada frequência do que em CPU com uma quantidade enorme de núcleos mas de baixa frequência, tal como acontece nos Xeon mais potentes.

Então porque existem os Xeon? Para começar, e ao contrário dos restantes CPU, Xeon apresenta suporte para memória ECC (Error Checking and Corretion Memory), vital para aplicações onde uma falha poderá implicar uma perda substancial de recursos, ou onde simplesmente não se pode tolerar qualquer falha dadas as consequências nefastas que isso implicaria (cálculo financeiro, aplicações científicas e industriais ou servidores), estando desenhados para um funcionamento contínuo e com consumos inferiores. Outro aspeto importante é o suporte de maior quantidade de memória por Core e a introdução de uma quantidade substancialmente superior de memória Cache de nível 3, estando normalmente entre os 15-35MB, ou seja, quase o dobro do que o seu homólogo I7 ou I5, sendo que isso implica um grande aumento de performance em certos workloads, especialmente os que são muito repetitivos. Finalmente, de todos os tipos de processadores Intel disponíveis, os Xeon são os que apresentam maior quantidade de Cores por chip, podendo ser emparelhados com outros Xeon iguais na mesma MoBo, coisa que não acontece com os Core Series.

Posto isto tudo, as vantagens dos Xeon em relação aos restantes CPU estão na prevenção de falhas, maior longevidade em trabalho contínuo, maior poder de computação por unidade de volume que o sistema ocupa e menores consumos energéticos. Estes dois últimos aspetos são cruciais para a sua aplicabilidade, visto que quem normalmente os usa está mais preocupado com o espaço ocupado pelo sistema e o calor gerado do que com os custos de investimento.

Mas nem tudo são vantagens. Os Xeon apresentam algumas desvantagens em relação aos I7 e I5. Para começar não podem sofrer overclock nem possuem GPU On-Board, os modelos mais potentes não lidam tão bem com aplicações Single-Thread, e finalmente o seu custo é largamente superior.

Posto isto coloca-se a questão: qual o melhor, Xeon ou outros? Bem, a resposta é um pouco dececionante já que tudo depende se o tipo de workload a que vamos sujeitar o nosso sistema iria beneficiar das funcionalidades de um Xeon. Servidor, controlador em sistemas críticos, Workstation tudo bem, agora se vai ser para consultar mails, navegar na web, ver vídeos e jogar, então um I7 ou um I5 será capaz de apresentar a mesma performance mas a um preço bastante inferior e com alguns extras interessantes.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s